Comunidade de Planejamento, Controladoria e Finanças | Treasy
Comunidade de Planejamento, Controladoria e Finanças | Treasy
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Feriados e Recessos 2023 - O que mais considerar no planejamento e orçamento para o ano?

Feriados e Recessos 2023 - O que mais considerar no planejamento e orçamento para o ano?
Gilles B. de Paula
jan. 22 - 6 min de leitura
020

Se você já deu uma olhadinha no calendário de 2023, deve ter visto que será um ano recheado de feriados e que muitos deles acontecem em dias úteis, ou nos famosos "dias de semana".  Se por um lado os feriados trazem aquela pausa necessária para descansar e recarregar as baterias, por outro, se não forem tratados de forma cuidadosa e antecipada, podem trazer transtornos operacionais e prejuízos financeiros para sua empresa.

Para facilitar na programação de suas atividades, metas e entregas (individuais e em conjunto) para o ano de 2023, elencamos abaixo a lista de feriados que teremos. Mas não paramos por ai! Este post está rechado de dicas sobre o que sua empresa precisa analisar e a medida que outros pontos forem surgindo nos comentários, vamos atualizando aqui. Então, já sabe, contamos com sua ajuda para complementar o material! =]

Feriados Nacionais 2023

  • 1º de janeiro (domingo): Confraternização Universal
  • 7 de abril (sexta-feira Santa): Paixão de Cristo
  • 21 de abril (sexta-feira): Tiradentes
  • 1º de maio (segunda-feira): Dia Mundial do Trabalho
  • 7 de setembro (quinta-feira): Independência do Brasil
  • 12 de outubro (quinta-feira): Nossa Senhora Aparecida
  • 2 de novembro (quinta-feira): Finados
  • 15 de novembro (quarta-feira): Proclamação da República
  • 25 de dezembro (segunda-feira): Natal

Na lista acima, temos 3 feriados que acontecerão às quinta-feiras:

  • 7 de setembro (quinta-feira): Independência do Brasil
  • 12 de outubro (quinta-feira): Nossa Senhora Aparecida
  • 2 de novembro (quinta-feira): Finados

Para os feriados que caem às quinta-feiras, é comum as empresas ofereceram opção de "emendar" criando os tão desejados feriadões ou feriados prolongados.  Para que sua empresa possa oferecer este benefício a seus funcionários, mas sem causar transtornos à sua operação, tampouco prejuízos financeiros, uma boa prática é condicionar a possibilidade de "trocar" a sexta-feira de trabalho com a antecipação das atividades, metas e entregas previstas para o período.

Pontos Facultativos 2023

  • 20 de fevereiro (segunda-feira): Carnaval
  • 21 de fevereiro (terça-feira): Carnaval
  • 22 de fevereiro (quarta-feira de cinzas): Carnaval
  • 8 de junho (quinta): Corpus Christi
  • 28 de outubro (sábado): Dia do Servidor Público

Vale lembrar que os pontos facultativos 2023, mesmo que publicados no Dário Oficial da União, não são obrigatórios e fica a critério de cada empresa conceder ou não a folga. Também vale observar a cultura local em relação aos pontos facultativos. Um dos principais exemplos é o próprio Carnaval, que em alguns lugares do Brasil existe um grande envolvimento popular, enquanto em outros lugares as pessoas seguem trabalhando normalmente.

Férias (Individuais e Coletivas)

A CLT assegura à todo empregado o direito anualmente ao gozo de um período de férias, sem prejuízo da remuneração (art. 129). E a própia Constituição Federal de 1988 estipula em seu art. 7º, XVII, remuneração de férias em valor superior, em pelo menos um terço, ao valor do salário normal. Portanto, sua empresa precisará se preparar para fornecer as férias a seus funcionários. Quanto antes você pensar nisto, menores são as chances de transtornos operacionais ou prejuízos financeiros.

Se a sua empresa possui possui momentos de sazonalidade conhecidos ao longo do ano, onde a demanda fica mais baixa que o normal, uma boa prática pode ser aproveitar estes períodos para oferecer aos funcionários férias coletivas ou recessos. Mas é preciso observar algumas regras para que o período seja considerado férias coletivas e sua contabilidade ou sindicato ao qual a empresa está vinculado pode fornecer a orientação necessária. Além disto, se a sua empresa planeja um recesso ou férias coletivas, deve avisar seus funcionários com bastante antecedência, para que eles também possam se programar para aproveitar ao máximo o período.

Além das férias coletivas, também é uma boa prática iniciar o ano com as férias individuais de seus colaboradores já planejadas. A data não precisa ser exata, mas  é importante montar ao menos uma estimativa do mês que cada colaborador deseja gozar seus dias de férias.

Com uma programação mínima de férias (coletivas e individuais) feita, sua empresa pode se preparar com antecedência para que sua operação não seja afetada e que não haja nenhum atrito com seus clientes. Desta forma, podem ser criadas escalas com outros profissionais que "darão cobertura" àqueles que sairão de férias, treinando estes profissionais, quando necessário, e até mesmo contratando mão de obra temporária para substituição, quando for o caso.

Além disto, seja contratando ou não mão de obra temporária, as férias individuais e coletivas costuma exercer um impacto muito grande no Fluxo de Caixa da empresa.  Além do pagamento adicional de 1/3 do salário com uma espécie de bonificação que, como citamos acima, é assegurada por lei, quando um funcionário entra de férias é necessário realizar o pagamento do salário do período de férias de forma antecipada. Somente estes dois fatores, se não forem bem pensados, já podem ser suficientes para criar um grande rombo no Planejamento Orçamentário de sua empresa.

"Programando" as Férias de seus Fornecedores e Prestadores de Serviços

Mas como assim? Como minha empresa vai programar as férias de fornecedores e prestadores de serviços se não possui "jurisprudência" sobre eles?

Assim como sua empresa, seus fornecedores e prestadores de serviços também são pessoas e também precisam de férias, não é verdade? Logo, uma boa prática é conhecer a programação de férias deles, principalmente se você possui fornecedores com empresas menores ou prestadores de serviços individuais (MEI). Desta forma fica mais fácil organizar as coisas em sua empresa para que nada pare ou seja afetado, realizando pedidos maiores de matérias-primas e mercadorias ou mesmo buscando fornecedores e prestadores de serviços "backup" para estes períodos.

O que mais deve ser previsto em sua programação para 2023?

Em 2022 tivemos Copa do Mundo e eleições presidenciais, dois eventos de extrema importância e que afetaram consideravelmente a produtividade das empresas, principalmente aquelas que não se planejarem para estes eventos com antecedência.

E para 2023, além dos pontos acima, para que mais as empresas devem se preparar? Deixe sua contribuição nos comentários que vamos complementando o post, e obviamente, citando aqui o autor da contribuição! =)


Denunciar publicação
    020

    Indicados para você